Bafafá sobre a estilista Andressa Leão

Hoje que expressar minha opinião sobre o bafafa que saiu na Veja  via POP POP POP, sobre a estilista do Piaui Andressa Leão que trocaria as etiquetas de roupas compradas no Brás e José Paulino, por etiquetas de sua marca.

Uma cliente da loja encontrou as mesmas peças que a estilista supostamente compra e remarca com suas etiquetas , em lojas do Bom Retiro, Brás e outros locais em SP que fabricam roupas para todo o Brasil.

Aqui a notícia: http://vejasp.abril.com.br/blog/pop/internautas-desmascaram-boutique-que-revendia-roupas-do-bras/?utm_source=redesabril_vejasp&utm_medium=facebook&utm_campaign=vejasp

015

A Grife soltou uma nota de esclarecimento:

“Sobre informações distorcidas que estão circulando, a loja Andressa Leão esclarece que a marca possui produção própria desde a sua fundação e, hoje, emprega cerca de 30 colaboradores responsáveis pela produção de 70% da loja.
As demais peças são produzidas em parceria com fábricas nacionais que terceirizam a produção, como fazem também grandes grifes e lojas do semento. Essa é uma prática comum no mercado de moda e existem empresas especializadas em produzir especialmente para as marcas. A equipe Andressa Leão esclarece ainda que tem expectativa de expandir sua produção própria , aumentando assim o número de empregados no Estado do Piauí, contribuindo para com crescimento do setor da Moda em nossa região.”

Temos duas situações aqui:

1ª  Situação:  Vamos falar bem sério, são poucas, mas pouquíssimas marcas no Brasil que tem coleção própria, com fabricação própria. Vamos deixar de ser inocentes, crise, custos, mão de obra, ninguém mais mantém confecção e somente marca própria, todos fabricam para terceiros, e as marcas compram de terceiros. E cá entre nós , muitas, mais muitaaass das marcas que compramos, e pagamos caríssimo, são confeccionadas pelas fábricas do Brás e Bom Retiro, no sistema Private Label, ou criando, ou mesmo comprando idéias, terceirizando a confecção com sua etiqueta personalizada. Fazer esse desenvolvimento, e ainda se reunir com fábricas de SP, sendo do PIauí, tem um custo bastante elevado, ela tem o direito de colocar o preço que quiser, com etiqueta dela, etc como muitos fazem e é uma prática normal.

Agora se quiser poupar, pode viajar através do Brasil e vir comprar nessa lojas do Bom Retiro e Brás.

2ª Situação: Muitas dessas confecções, desenvolvem para muitas marcas, pois senão não sobrevive, ja trabalhei e conheço diversas que vende o mesmo modelo, com o mínimo de alteração para marcas diferentes, por essas e outras que uma marca deve evitar comprar esse modelos, mas sim manter um estilista e desenvolvimento próprio pelo menos. Acho terrível as confecções terem essa postura, e pra acrescentar, as peças com defeitos (muitas vezes ínfimos), podem ser vendidas por essas confecções posteriormente ao lançamento da coleção da marca, o que mais uma vez permite que encontremos essas peças depois em outras lojas, com outra etiqueta. Infelizmente isso existe de comum acordo, na minha opinião prejudica muitos lojistas, mas cá entre nós outra vez…as marcas sabem dos riscos, deveriam ter mais cuidado com suas coleções, pois os clientes pagam pelo exclusivo, e pagam caro.

Sinceramente, além de uma viagem interessante, conhecer lugares novos e novas possibilidades, vale a pena conhecer as lojas de confecções no centro de São Paulo. Sou super fã de algumas, preço justo, e muita qualidade. Prezo pelo melhor custo benefício, mas muitas vezes compramos peças caras achando que estamos levando qualidade, e logo depois de algumas lavadas nos deparamos com o azar… rs, e o contrário também acontece, compramos peças baratas que acabam durando bastante. Então eu acredito em peças mais baratas, e mesmo sabendo da baixa qualidade (em alguns casos , pois muitas são de excelente qualidade), pelo menos com um preço mais acessível (bem mais), é possível ter peças diferentes, e desfrutar da moda sempre. 🙂

Respeito essas grifes, e as escolhas de cada um, comprar no atacado , manter loja, funcionários tem custo alto, e deve se lucrar sim, e o cliente também esta pagando por comodidade, pelo tempo do lojista, seleção de bom gosto, experiência nas compras, pois não é tão simples fazer compras nesses lugares, tem alguns requisitos, tem que andar muito, pesquisar muito.

Só acredito em preço justo e menos exploração também. Mas vamos parar de acusação, não há nada de novo, temos livre escolha, e na medida que julgamos somos julgados.

😉

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.